Compartilhe, , Google Plus, Pinterest,

Print

Posted in:

CLICK ON STAGE – Release do Show de David Gilmour em SP

Vou aproveitar esse espaço para fazer a última matéria do ano e um pequeno “apanhado” do show do mitológico DAVID GILMOUR que rolou sexta e sábado (11 e 12/12/2015 respectivamente) em São Paulo

Renato Ferrucci
Renato Ferrucci é jornalista e radialista e escreve periodicamente para o Jauclick

Salve salve nação roqueira!
Começarei outro parágrafo para falar dele. Um clássico, um mito! Hoje, pode ser enquadrado ao lado de nomes como Jimmi Hendrix, B.B. King, Eric Clapton entre alguns outros, como lendas da guitarra.

Allianz Park, público de 40 mil pessoas. O show? Abertura com 3 sons do seu mais recente trabalho: Rattle That Lock que provavelmente havia um número muito, mas muito pequeno mesmo de pessoas que conhecia e sabia do que se tratava. Enfim…Início tranquilo com “5 A.M”, a faixa título do album e “Faces of Stones”. E então, veio aquela que acordaria o público para ver o que realmente estava diante deles. “Wish you were here” fez a galera cantar do início ao fim. Outros clássicos do Pink Floyd também conduziram o público, porém apenas nos refrões como “Money”, “Shine on you Crazy Diamond” e “Confortably Numb”. Outro ponto que decepcionou foi ver que uma mínima parte de quem estava lá, percebeu alguns outros clássicos como “Fat Old Sun”(1970) e “Sorrow” (de A Momentary Lapse of Reason de 1987). Rolou ainda “Us and Them” com os solos de sax executados por João Mello, um brasileiro integrante do grupo de GILMOUR e não apenas convidado como muita gente “achava”.

IMG_3922-718x479
Gilmoure no Allianz Parque

Uma cena engraçada, porém deprimente, foi quando começou “Run Like Hell”, e nas primeiras notas os “desavisados de plantão” confundiram com “Another Brick in the Wall” e começaram alvoroçados nas palmas que foram desaparecendo quando perceberam o erro. FAIL!
Clássicos e atuais, uma mistura impecável: “Astronomy Dmoine”, “In Any Tongues”, “High Hopes”, “On an Island”, “Today”, “The Girl in the Yellow Dress”.

Destaque também, para aquele “senhor” que tocava a outra guitarra, como muitos disseram. Era simplesmente Phil Manzanera ex-Roxy Music e co-produtor dos dois recentes álbuns de GILMOUR.

Para fechar, um BIS com “Time”, “Breathe (Reprise)” e “Confortably Numb” tornaram a noite simplesmente perfeita!

Ponto chato: o público, não em geral, mas uma boa parte. Atentos apenas aos celulares e mais preocupados em filmar e fazer os famosos “selfies”. As partes mais tranquilas, solos, etc… a galera chegava a incomodar quem assistia com conversas, e muita falta de educação não somente com o público, mas também com o artista e sua banda que estavam fazendo seu trabalho.

Enfim, esperamos que GILMOUR tenha se encantado com o país e não demore à retornar.

Setlist
5 A.M.
Rattle That Lock
Faces of Stone
Wish You Were Here
A Boat Lies Waiting
The Blue
Money
Us and Them
In Any Tongue
High Hopes
Astronomy Domine
Shine On You Crazy Diamond (Parts I-V)
Fat Old Sun
On an Island
The Girl in the Yellow Dress
Today
Sorrow
Run Like Hell

Bis:
Time
Breathe (Reprise)
Confortably Numb

É isso galera, um feliz natal e um feliz ano novo para todos!

Nos falamos em 2016!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *