Compartilhe, , Google Plus, Pinterest,

Print

Posted in:

Crônica – Poderiam estar fazendo outra coisa, mas…

... o que leva uma pessoa a assistir aos jogos do Galo?

© by Rinaldo Gabriel
13551073_910357832426262_2032173278_n
Twitter: @dorta_lucas Facebook: Lucas Dorta/ lucas.dorta.1  – WhatsApp: (14) 98168-1283

 

Por Lucas Souza Dorta (Jauclick.com)

O que é o futebol para você ?

O que ele representa na sua vida?

É apenas um jogo?

Um lazer?

Agora vamos pensar em outra pergunta: Afinal, o que faz nos desligar por 90 minutos para ver uma partida de futebol ? E o que faz alguém acordar cedo para assistir um jogo de 4ª divisão estadual com jogos onde o nível técnico muitas vezes passa longe de ser um atrativo?

A resposta pode ser definida em três motivos: sentimento, identidade, vontade de ser parte do time.

Poderiam estar fazendo outras coisas, mas optaram pela arquibancada do Zezinho Magalhães.

Poderiam estar aproveitando umas horinhas de sono para descansar e encarar a segunda – feira, mas o “canto” e o jogo do galo se transformam em um eficiente despertador e faz até os preguiçosos trocarem a cama pela euforia da arquibancada para fazer parte do jogo; e ser o combustível daqueles que vestem a camisa mais pesada da bezinha.

Poderiam optar por assistir um jogo de alguma grande liga européia (ainda não começou a temporada do futebol europeu, mas ela estava na reta final no começo da segundona) no conforto de suas casas, mas preferem encarar o sol das 10 horas da manhã e sentar no cimento ou ficar em pé durante os 90 minutos com o sol queimando a cara, tudo para ajudar o time que leva o nome da cidade.

01torcida01_xvdorta
Foto: Rinaldo Gabriel

Poderiam reclamar do nível técnico da competição, mas para quem está lá vibrando e apoiando o time o nível técnico pode ser apenas um detalhe, porque o que vale é o prazer de torcer, cornetar cada jogador perna de pau e vibrar com cada gol, o que interessa é estar com a equipe independente da situação, seja na saúde ou na doença financeira ou futebolística. Pode parecer uma grande bosta o que vou escrever agora, mas quem realmente acompanha o futebol de maneira intensa ,às vezes pouco se importa com o nível técnico e a divisão que o clube está, o sentimento e a vontade de jogar com o time vira maior que tudo e no fundo todo torcedor sabe disso.

Poderiam estar reclamando que o estádio não tem conforto ou não são modernos como as grandes arenas, mas isso pouco importa, o que vale é a casa que faz o torcedor e o jogador se sentir em casa.

Sabe aquela criança que vai ao estádio com a família? Ela poderia ficar na sua casa aproveitando as opções tecnológicas dos dias atuais ou passar o tempo nas redes sociais/antissociais, mas preferiu aprender torcer pelo time da cidade desde pequeno e com isso, quem sabe, passar essa cultura para seus futuros filhos e netos. Essas crianças serão o futuro da torcida e também serão o “remédio” que vai manter o clube vivo no futebol e no coração das pessoas nas próximas gerações.

04torcida01_xvdorta
(c) Rinaldo Gabriel

Sabe aquelas milhares de pessoas que vão/foram ao estádio domingo? Então, elas podiam comprar aquela ideia de boa parte da imprensa de que estadual não presta pra nada e assim desvalorizar ainda mais o já desvalorizado futebol do interior, porém para aqueles que estão dentro de campo ou na arquibancada vale muito, pela honra da cidade, pelo orgulho de ser uma das únicas torcidas que incentivam o time na última divisão do estado, pelo sentimento e paixão que move cada torcedor, pela identidade do time com sua cidade, pela camisa, pelo time que tem as cores do Brasil em seu escudo e já revelou muita gente que fez parte da história do nosso rico futebol brasileiro.

No começo do texto fiz uma pergunta que questionava o que o futebol representa ou significa para você. Poderia responder várias coisas, mas a maior delas é a identidade. O time pode representar um laço familiar, você pode acompanhar a sua equipe do coração graças ao seu tio, avô, pai ou outra pessoa da família e até lembrar de momentos com esses familiares graças ao futebol, além disso, outro motivo de identificação com o time é o fato de ele ser da cidade ou próximo de si, o XV tem o fator cidade e família para o torcedor se identificar com o clube, a tradição de torcer para o time e passar isso para outras gerações não há dinheiro que pague.

Nada contra quem prefere ou torce fervorosamente para os multimilionários times da Europa, a vida é de cada um, eu até assisto, mas raramente me emociono, apesar dos grandes jogos, , mas quem valoriza apenas os grandes ricos do futebol pode acabar desvalorizando o que é de sua cultura e está próximo de si, assim colaboram para que o futebol comece a ficar nas mãos de meia dúzia de times ricos, mas isso é uma outra discussão que não interessa nesse momento. O que queria dizer também é que é muito legal ganhar, mas quem se importa somente com vitórias ou nível técnico de campeonato entendeu errado a verdadeira alma do futebol. Posso estar falando merda, é direito seu achar isso, mas minha visão é essa.

02torcida01_xvdorta
(c) Rinaldo Gabriel

Não quero dar uma de dono da verdade, mas vejo o futebol como uma questão de identidade, seja ela de laços familiares ou proximidade do time, quem for ao estádio domingo poderá entender mais sobre isso. Valorize aquilo que é próximo de você. Quem for ao Zezinho Magalhães domingo com uma criança, pode ter certeza que o garoto mais novo terá uma grande experiência seja qual for o resultado, será um torcedor a mais no futuro.

Vai galoooo ! Juntos somos mais fortes.

Compartilhe, , Google Plus, Pinterest,

Um Comentário

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *