Compartilhe, , Google Plus, Pinterest,

Print

Posted in:

Poda de árvores contra os pombos interdita centro de Jaú

Major Prado e Visconde do Rio Branco ficam interditadas para execução dos serviços

(Tem Coisas que Só Acontecem em Jaú/SP – Do Facebook) – PODA DE ÁRVORES CONTRA OS POMBOS INTERDITA CENTRO DE JAÚ

Já começo dando uma dica, se precisa vir pro centro nesta quarta-feira (17/07), tenha paciência. A Major está interditada a partir da praça da Matriz e a Visconde, na frente da Matriz, também está fechada.

Rua Major Prado Interditada nesta quarta-feira

Está sendo realizado um dos primeiros trabalhos contra os pombos, que dominaram o centro de Jaú, a poda das árvores. Na sequência, serão utilizadas técnicas eletromagnéticas (que não é dar choque nas pombas) para espantá-las, segundo requerimento do vereador Toninho Masson.

Para realizar o serviço, essas ruas citadas acima, estão parcialmente interditadas, o que está gerando trânsito lento no local. A interdição é temporária, então, se você não quer se estressar, evite as ruas centrais de Jaú.

Segundo o Ministério da Saúde do Governo Federal:

Os pombos são aves que vivem com facilidade nas cidades, fazendo seus ninhos em telhados, forros, caixas de ar condicionado, torres de igrejas e marquises. Podem causar prejuízos por danificar as estruturas dos prédios.

Por serem simpáticos e símbolos da paz, algumas pessoas gostam de alimentá-los com restos de comida, pão, pipocas, que são alimentos inadequados e prejudicam a saúde dos animais, além de viciá-los.

Como dificilmente são caçados por outros animais, sua população cresce muito rápido e o aumento de sua quantidade tornou-se um grave problema de saúde, pois, podem causar várias doenças graves que podem levar à morte ou deixar seqüelas, destacando-se:

– salmonelose: doença infecciosa provocada por bactérias. A contaminação ao homem ocorre pela ingestão de alimentos contaminados com fezes dos animais;
– criptococose: doença provocada por fungos que vivem no solo, em frutas secas e cereais e nas árvores; e nos excrementos de aves, principalmente pombos;
– histoplasmose: doença provocada por fungos que se proliferam nas fezes de aves e morcegos. A contaminação ao homem ocorre pela inalação dos esporos (células reprodutoras do fungo);
– ornitose: doença infecciosa provocada por bactérias. A contaminação ao homem ocorre pelo contato com aves portadoras da bactéria ou com seus dejetos;
– meningite: inflamação das membranas que envolvem o encéfalo e a medula espinhal.

Medidas de prevenção e controle:

– retirar ninhos e ovos;
– umedecer as fezes dos pombos com desinfetante antes de varrê-las;
– utilizar luvas e máscara ou pano úmido para cobrir o nariz e a boca ao fazer a limpeza do local onde estão as fezes;
– vedar buracos ou vãos entre paredes, telhados e forros;
– colocar telas em varandas, janelas e caixas de ar condicionado;
– não deixar restos de alimentos que possam servir aos pombos, como ração de cães e gatos;
– utilizar grampos em beirais para evitar que os pombos pousem;
– acondicionar corretamente o lixo em recipientes fechados;
– nunca alimentar os pombos.