Federação Paulista de Futebol decide não realizar a Copinha

Entidade diz que não há condições sanitárias para atletas e população das cidades
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

Jaú seria sede novamente, mas a FPF decidiu não realizar a Copa SP de 2021.

A Federação Paulista de Futebol tomou a decisão nesta quinta-feira, ao constatar que não há condições de segurança sanitária para os atletas participantes e para a população das cidades que abrigariam as partidas.

A edição de 2021 teria 128 times, de todos os Estados do Brasil. Seriam cerca de 3800 atletas, mais centenas de profissionais de comissão técnica, arbitragem e organização das partidas. A Copinha era disputada ininterruptamente desde 1969.

– É justamente a grandeza da Copinha que nos fez refletir neste momento difícil de pandemia de Covid-19. Desde agosto, a FPF vem conversando com autoridades médicas, do Governo de São Paulo, de prefeituras e dos clubes para viabilizar a realização da Copa São Paulo 2021 – comunicou a entidade.

– A partir de todas as informações colhidas e diante do cenário de pandemia, concluímos que mesmo um rigoroso protocolo de saúde não seria o suficiente para garantir segurança a atletas, árbitros e demais profissionais envolvidos nos jogos, além da população das cidades-sede. E acima de qualquer compromisso está a vida – informou a FPF, em nota.

No comunicado, a Federação Paulista diz também que para contemplar àqueles que tinham o sonho de jogar a Copinha em 2021 vai permitir na próxima edição que atletas nascidos em 2001 possam disputar o torneio.

Veja abaixo o comunicado da FPF:

Campanha impecável na primeira metade da primeira fase faz torcedor do XV de Jaú sonhar.
Galo bate o Assisense, em casa, por 2x1 e tem 100% de aproveitamento
Na sequência, dois jogos fora de casa para só voltar para Jaú na quinta rodada.