Pandemia avança e Jaú volta para fase vermelha

Dória anuncia regressão no Plano SP; novos leitos de UTI serão abertos no estado

Com níveis de contágio próximos do que foi registrado em setembro – pico da pandemia – o estado de São Paulo retorna à fase vermelha, com maiores restrições ao funcionamento de comércio e serviços em horários específicos. Em sete regionais, incluindo Bauru – da qual Jaú faz parte – a regra de fase vermelha vale de maneira integral.

O objetivo central é reduzir a circulação de pessoas, para frear o avanço do coronavírus. Os números apresentados durante coletiva de imprensa nesta sexta-feira (22/01) mostram que o estado tem uma morte causada por Covid-19 a cada seis minutos. “São Paulo não faz governo populista que cede às pressões e que abandona as pessoas que precisam desse apoio para continuarem vivas”, afirmou o governador João Dória.

A regra de fase vermelha para o estado inteiro vale para dias úteis, sempre das 20h às 06h. Aos finais de semana, é válida para o dia todo. Já nas regionais Bauru, Marília, Sorocaba, Presidente Prudente, Barretos, Franca e Taubaté o decreto de fase vermelha valerá para as 24 horas de cada dia ao longo das duas próximas semanas.

De acordo com João Gabardo, coordenador executivo do Centro de Contingência Covid em SP, medidas ainda mais radicais podem ser aplicadas nos próximos dias. “Isso pode acontecer se os indicadores não melhorarem e se as pessoas não mudarem seu comportamento. Não vamos esperar segunda-feira. A partir de agora, as pessoas já devem ter essa preocupação; deixar de fazer tudo o que possa representar a avanço da doença”.

O que muda

Na fase vermelha, apenas serviços essenciais podem funcionar, como padarias, supermercados, açougues e farmácias. Já bares, restaurantes e comércio em geral devem ficar fechados. A especificação da validade da medida deve ser feita por cada Prefeitura, com decretos publicados na próxima semana.

Novos leitos

Com hospitais pressionados em todo o estado, o Governo do Estado anunciou a abertura de 756 novos leitos de UTI, porém, não houve especificação dos locais que serão beneficiados. Em Jaú, por exemplo, a Santa Casa tem trabalhado acima da capacidade há duas semanas.

Mudanças na educação

A rede estadual de ensino determinou a reabertura das escolas no dia primeiro de fevereiro, com início do ano letivo o dia oito. Contudo, não haverá obrigatoriedade da presença dos estudantes – os pais que optarem pela permanência do ensino à distância serão respeitados.

Compartilhe com a geral:

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email

responde, jaú!

O que está achando do governo Ivan Cassaro?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

ANÚNCIOS SUMUP CONSULTOR PETERSON