Jauclick Notícias de Jaú e Região

Espetáculo infantil Lara e o Pássaro volta as palcos com apresentações gratuitas em Barra Bonita 

A peça, que retrata a jornada da personagem título para recuperar o afeto da irmã, já encantou mil espectadores na primeira temporada de apresentações. O espetáculo celebra o retorno ao teatro no pós-pandemia e a continuidade do projeto, agora com nova produtora

A Alvorada Cultural embarca a partir de maio numa viagem pelo interior paulista para apresentar o espetáculo infantil “Lara e o Pássaro”. Depois de ter sido exibida em Sertãozinho, a próxima parada é em Barra Bonita, em duas apresentações, no dia 10 de junho às 10h e no dia 11 às 11h, no Teatro Professora Zita de Marchi, na rua João Gerin, 222 – Vila Operária.

A peça irá passar, ao todo, por oito cidades, com dez apresentações. A mini-turnê marca o início de um novo momento para o espetáculo, que cessou as apresentações presenciais por causa da pandemia da Covid-19, provou a experiência de realizar a peça de forma virtual e agora retorna para o palco, ao vivo e com plateia.

Em cena, o público poderá conferir a história da menina Lara e a sua jornada para se reaproximar da irmã mais nova, Cora. A trama se desenvolve no quintal da casa das meninas, que se transforma num universo fantástico povoado de seres mágicos, entre eles a árvore, a brisa, a lagarta e o gato. A busca da personagem título do espetáculo é também pelo pássaro azul evocado pela caçula. Perpassam a trama temas como os dilemas do crescimento e passagem da infância para a adolescência, o conflito entre irmãs e os laços afetivos criados a partir da disposição de ser sensível e compreender o outro.

Além de Barra Bonita, “Laura e o  Pássaro” também será apresentado em Guarujá (19/6), Caraguatatuba (25/6) e Botucatu (19/7). As apresentações são gratuitas. A iniciativa recebeu apoio financeiro do ProAC – Programa  de Ação Cultural do governo do estado de São Paulo, por meio do edital 6/2022 voltado à circulação de espetáculos para o público infanto-juvenil. A duração do espetáculo é de 50 minutos e a classificação é livre.

Autoria e inspiração: influências do espetáculo vão do teatro simbolista do século 19 ao cinema japonês contemporâneo

O espetáculo “Lara e o Pássaro” nasceu da união do “O Pássaro Azul”, livro clássico do dramaturgo, poeta e ensaísta belga Maurice  Maeterlinck com as obras do diretor de cinema de animação, o japonês  Hayao Miyazaki. Ambos proeminentes em suas áreas, o europeu recebeu em 1911 o prêmio Nobel de literatura, enquanto o oriental, foi laureado com o Oscar de Melhor Filme de Animação em 2003, com “A viagem de Chihiro”.

A combinação de elementos, à primeira vista díspares, funcionou tão bem em cena graças à reunião dos talentos que assinam a obra. A ficha técnica do espetáculo conta com a dramaturgia de Sofia Fransolin, Luciana Mizutani e, na direção, Marcelo Onofri. Agora, em 2023, o espetáculo conta com a colaboração da bonequeira Júlia Barnabé.

Fransolin é mestre pela Unicamp e atualmente cursa o doutorado na mesma instituição, em artes da cena. Sua carreira como dramaturga está em ascensão, seus trabalhos mais recentes têm tido destaque na cena teatral paulista. Mizutani é mestre e doutora em artes da cena pela Unicamp. Ela tem também um longo e reconhecido trabalho como professora de teatro nas cidades de Campinas e Americana, em São Paulo.

Destaque ainda para Onofri, responsável pela trilha sonora do espetáculo, um dos pontos altos da peça. O diretor musical também emprestou seu talento e ao lado de Eduardo Okamoto pôde ser visto no espetáculo  “Um jardim para educar as bestas”, que ficou em cartaz no SESC Vila Mariana em abril deste ano.

O grupo, inicialmente formado em 2016 com o nome de Coletivo Animales, era formado por estudantes da graduação. A proposta era desdobrar e pesquisar um interesse em comum:  a cultura pop. Três anos mais tarde, em 2019, nascia “Lara e o Pássaro”, segundo trabalho do grupo e o primeiro voltado ao público infantil, envolvendo também, além dos estudantes, professores e pesquisadores da Unicamp.

As quatro primeiras apresentações do espetáculo foram viabilizadas pelas políticas de extensão e permanência estudantil da Unicamp. O espetáculo foi encenado no campus da universidade ainda em 2019.

No ano seguinte, 2020, a iniciativa foi contemplada pela Campanha de Popularização do Teatro de Campinas, promovida pela prefeitura antes do início da pandemia. Na oportunidade, “Lara e o Pássaro” foi apresentado no Teatro Municipal Castro Mendes no dia 30 de janeiro, fazendo parte da programação infantil da iniciativa. Somando o público dos dois anos de apresentações, estima-se que mais de mil pessoas tenham acompanhando o espetáculo de forma presencial.

Durante a pandemia, a peça “Lara e o Pássaro” foi apresentada de forma virtual no 19° Festival Internacional de Teatro de Havana (Cuba), e teve uma versão online do espetáculo licenciada para a plataforma Cultura em Casa.

Novo amanhecer: espetáculo ganha casa nova e se une a uma mobilizadora cultural do interior paulista

A peça “Lara e o Pássaro” fazia parte do repertório do Coletivo Animales, no entanto, quando grupo se desfez em 2022, a produtora Alvorada Cultural abraçou a ideia e topou dar continuidade ao projeto. A iniciativa é formada pelos artistas da cena e produtores culturais Gabriel Pangonis, Juliano de Assis e Luan Assunção. A série de apresentações no interior paulista celebra, portanto, não só o retorno do espetáculo no pós-pandemia, mas também o resgate e andamento da produção.

A peça é conhecida do trio, dois deles, Pangonis e Assunção, estrelam o espetáculo, ao lado das atrizes Catarina Eichenberger e Giovana Telles. As duas atrizes também integravam o Coletivo Animales.

Além de “Lara e o Pássaro”, a Alvorada Cultural está envolvida em uma série de ações artísticas, atuando principalmente no circuito da Região Metropolitana de São Paulo. Nesses dois anos de atividades, os trabalhos começaram em 2021, a produtora marcou presença na inauguração do Espaço Cultural Circo Lunar, em Mauá, promoveu a circulação independente do experimento cênico de “Abrindo Roda”, nos municípios de Santos e São Paulo e o lançamento do primeiro livro infantil de Gabriel Pangonis, “Caetano e o Gato”, nas cidades de São Paulo e Campinas.

A Alvorada Cultural realizou também duas edições do “Café da manhã dos produtores” com os fazedores de cultura do ABC Paulista e o 1° Encontro de Artes Circenses de Mauá.

A produtora, ao lado da AEQ Produções, criou ainda o podcast “Buteco Criativo”. A iniciativa, que estreou no final de 2022, reuniu fazedores de cultura da região do ABC. O formato foi criado teatralmente para trazer a ambientação de uma conversa na mesa de “buteco” e acompanha, de forma descontraída, diversas discussões culturais. Os episódios somam cerca de 500 reproduções em todas as plataformas.

A movimentação intensa em tão pouco pode ser traduzida em números: a produtora impactou mais de 2100 pessoas e envolveu em seus projetos 60 profissionais da área cultural.  A repercussão social desses trabalhos evidencia a proposta do trio desde o início. Pangonis, Assis e Assunção acreditam que a cultura é um caminho possível tanto para a ampliação da qualidade de vida quanto para o exercício da cidadania. Dessa forma, os três creem que a Alvorada Cultural se constituiu como uma associação que reúne, organiza, potencializa e gere o trabalho dos seus membros e suas redes colaborativas.

Calendário de apresentações de “Lara e o Pássaro” em 2023, no interior paulista

  • 10 e 11 de junho – Barra Bonita
  • 19 de junho – Guarujá
  • 25 de junho – Caraguatatuba
  • 19 de julho – Botucatu

Ficha Técnica Completa

  • Direção: Luciana Mizutani
  • Dramaturgia: Sofia Fransolin
  • Direção Musical: Marcelo Onofri
  • Elenco: Catarina Eichenberger, Gabriel Pangonis, Giovana Telles, Luan Assunção
  • Visualidades: Coletivo Animales, sob orientação de Helô Cardoso
  • Figurino: Beatriz Schwartz
  • Orientação: Eduardo Okamoto
  • Iluminação: Ana Fariña e Gabriel Pangonis
  • Operação de luz: Ana Fariña
  • Operação de som: Eva dos Santos
  • Produção: Alvorada Cultural
  • Direção de Produção: Luan Assunção
  • Produção Executiva: Gabriel Pangonis
  • Assistente de Produção: Juliano de Assis

Produtores Locais:

  • Coordenação de Comunicação: Paulo Xavier
  • Gestão de Redes Sociais: Felipe Bernardes
  • Assessoria de Imprensa: Com.tato
  • Fotos: Vitória Eichenberger
  • Audiovisual: Rafaela Bermond e equipe Bermond Produções
  • Classificação etária: Livre.
  • Duração: 50 minutos.

Entre em contato com a Alvorada Cultural:

alvorada.cult@gmail.com

https://www.instagram.com/alvorada.cultural/

Gabriel Pangonis – Diretor de Produção

pangonisfgabriel@gmail.com / (11) 96310-3678

Jauclick
Jauclick
Postagens assinadas como Jauclick fazem parte de conteúdos publicados pela nossa redação

Compartilhe:

Últimas notícias

Agenda Jauclick