Blog do Moraes | Mir 70 anos parte 1

Blog homenageia os 70 anos do Mir! Vários amigos e músicos nesta primeira parte

O Blog homenageia uns dos maiores músicos da cidade – Mir de Oliveira.

No mês de novembro, Mir completou 70 anos. E como de costume, o Blog chama as pessoas para falarem sobre o homenageado.

Crédito Foto: Waldete Cestari

E com o Mir não seria diferente. Vários músicos de gerações diferentes discorrem sobre a grandiosidade do Mir de Oliveira. Videos, aúdios e textos!!

Começamos com Paulo Zen, que é primo e grande parceiro da vida musical do Mir. Vamos lá:

Maicon Esteves, contrabaixista de Jaú, está morando na França e fez um texto muito legal falando do Mir. Confira:

“Acredito que qualquer pessoa que tenha ouvido o Mir tocar, ou tenha tido o privilégio de tocar com ele,  percebe rapidamente de sua grande musicalidade.

Entretanto, o que mais me interpelava e me maravilhava ao longo de nossa convivência profissional e pessoal, era a sua disciplina e o respeito que ele tem pela música e pelo “público”. Em uma determinada situação, quando deviamos fazer uma “pequena apresentação”, e não tendo muito tempo para ensaiar, eu lhe disse: “Não tem problema, podemos improvisar”, mas ele, mesmo sendo dotado de uma grande capacidade técnica, cultura e percepção musical, me respondeu: “Sim, mas é importante a preparação, o ensaio, afin de oferecer o melhor possível, em respeito as pessoas presentes que se dispõem à nos ouvir”.  Isso me marcou muito, e até hoje, essa observação me faz pensar nas considerações de um grande filósofo alemão, que em um de seus textos de filosofia moral, exalta a necessidade para o ser humano de considerar o próximo, não como um meio, mas sempre como uma finalidade.

Além disso, o Mir me ensinou muito com sua generosidade. Quebrando hierarquías, e sempre disposto a dialogar, a incentivar, e mesmo a tocar com músicos de todos os estilos e níveis, muitas vezes iniciantes… Incontestavelmente, a sua musicalidade é enorme, mas no universo maravilhoso da música, onde sabemos que existe também muito ego e competição, a questão ética, que envolve uma abertura de espírito e um sentido de relações humanas, foi a mais fundamental para mim.

Com ele, aprendi valores que transcendem o universo musical, e que podemos aplicar em qualquer situação de nossas vidas.

Obrigado querido amigo Mir – Um forte abraço, e muita Paz e Amor em seu coração, sempre…”

Olha que o grande Norberto Rock ´n Roll falou do Mir neste áudio:

Foto Dreamband - Camarim do General

Carlão Francischini, companheiro do Norba no Lady Jane e Dr. Antonio faz um super texto para o Mir.

“Sobre o Mir.  Nos conhecemos no inicio dos anos 80. Eu com 20  e ele com 30 anos, mais ou menos. É claro que o que motivou tê-lo conhecido foi a musica.

Desde o inicio de nossa amizade ele sempre se mostrou muito cuidadoso e sempre, isso aprendi um pouco com ele, a ouvir primeiro o que o outro tem a dizer, pra só depois opinar. Essa é uma característica marcante que ele tem, uma das muitas qualidades que faz com que ele seja tão querido e amado pelos seus amigos.

Tive a oportunidade de trabalhar com ele em projetos de interesse mútuo, o que nos uniu muito, a ponto de nos dar ao luxo de filosofar e expressar o que pensávamos e achávamos ser bom pra cada um, nos mais variados assuntos, além da musica.

Com ele aprendi a colocar o  Ser Humano, o próximo, em primeiro lugar. A escutar e pensar muito, mas muito mesmo, antes de emitir uma opinião. A valorizar musicalmente qualquer ideia que venha de outrem, independente da minha preferência e se puder ajudar pra que essa ideias melhorem, sempre colaborar com o mínimo de interferência na ideia original proposta.

Dos projetos que fizemos juntos, sempre sob o olhar critico dele posso destacar o “ “Almanaque” unindo as artes aqui em Jahu, que reunia poesia, musica, artes visuais, teatro etc. Depois no que foi o primeiro compacto ( vinil) da Banda Lady Jane, que juntos gravamos no estúdio Mosh, onde ele inseriu os teclados em nossa banda que só tinha guitarras. Tocamos em alguns festivais  e depois passamos alguns meses se reunindo na minha casa, eu, ele o Di Camargo, o Dinho , num projeto experimental autoral, onde fizemos muitos laboratórios, que mais tarde usei num projeto meu musical intitulado  A Genesis do Brasil.

E tantos outros projetos que fizemos, o que me deu a oportunidade de conhece-lo melhor e firmar uma amizade que dura até hoje e que pra mim só trouxe alegrias e prazer e fez crescer ainda mais o carinho que tenho por esse cara genial em tudo o que faz,  sempre tratando seus amigos de igual pra igual, pronto a escutar e só depois fazer as considerações, levando em conta sempre o que a gente pensa a respeito.

E o top é claro, um musico de extrema sensibilidade, capacidade técnica e bom gosto em tudo o que se propõem a tocar.

Esse é o Mir que eu conheço.”

Fabio Lopes fez  um vídeo de uma passagem com o Mir:

O pianista Mario Baylão fala de passagens com o Mir e a importância dele para a sua carreira

“O Mir é desde que me conheço por gente uma lenda na cidade: o pianista, o maestro, o professor, o músico. Tive o prazer de conhecê-lo melhor quando estudamos juntos na FATEC, entre 2008 e 2010. Cursamos Sistemas para Internet, e acabamos fazendo os trabalhos da faculdade sempre juntos, além dos cafés e demais atividades.

Além de falar muito sobre Sistemas, falávamos muito sobre música, que na época eu nem imaginava que viria a se tornar minha atividade profissional. Entre as conversas com o mestre, aprendi muito sobre tudo: piano, harmonia, arranjos, composição, etc [o homem tem conhecimento que não acaba mais, sem falar na dedicação; praticamente todos os trabalhos eram minuciosamente revisados por ele, noites a fio, que não deixava passar uma vírgula errada, impressionante].

Posso dizer que tive a honra de conviver com essa pessoa sensacional e aprender muito, não só sobre música, mas sobre a vida.

 Sobre humildade, religiosidade, convivência e, claro, Sistemas para Internet. Minha decisão de abraçar a música como atividade profissional veio, sem dúvida, do contato com essa grande personalidade de nossa cidade: Antônio Waldemir de Oliveira”

Luciano Gobbi  do Sinhá fez seu texto  sobre algumas façanhas do Mir.

“Mir de Oliveira, o que falar dessa figura ímpar, fui seu aluno num curso de arranjo, e aprendi desde música, acústica, matemática, filosofia, história da música, enfim.. Voltava pra casa lá pelas 23:30, 00:00, rsrs com o cérebro fritando..

Mir é um gênio, e como os grandes e verdadeiros gênios, de uma simplicidade incomparável, muito se pode falar de sua musicalidade, seu conhecimento, que vai além da música, mas eu gostaria de destacar algo que me tocou quando vi acontecer. Em uma apresentação de alunos, entre os quais tinham professores, alunos experientes, intermediários e iniciantes, vi o Mir tocando com vários desses alunos, e em nenhum momento se colocando se quer um degrau acima do aluno com o qual estava tocando, lembro que comentei com um amigo na ocasião. “o Mir é tão genial, que se coloca no nível do aluno tocando, e passando uma segurança absurda ao aluno, sem que este se sinta pressionado pela responsabilidade de estar tocando com o Mir, ele desce do nível musical dele e toca com todos no nível musical dos outros sem impor sua música, ele na humildade, e sem nenhuma demagogia, desce para tocar com a gente”.

Essa é uma das várias histórias.

Ví também numa outra ocasião, ele tirar um solo de trompete de um comercial de whisky, sem tocar nenhum instrumento como referência, ouvindo e escrevendo, como se fossem palavras rsrs, numa caixinha de computador.. Se não bastasse a façanha, ao terminar, foi conferir no piano, se estava correta a escrita, porém o piano estava desafinado, meio tom abaixo, então ele soltou a música no PC, leu a partitura e tocou meio tom acima no piano, rsrs, quem não é músico talvez não entenda a complexidade de fazer isso, mas pra quem é, já dá até arrepio pensar nisso…. MIR DE OLIVEIRA É UM GÊNIO, UM PATRIMÔNIO JAUENSE”

Karen Chiquini e Luciano Gobbi compuseram essa linda música em homenagem ao Mir de Oliveira. Finalizamos a primeira parte com Valsa do Apreço!

Wilson Moraes

Wilson Moraes

Wilson Moraes, o Moraes, escreve periodicamente no Blog do Moraes, agora aqui no Jauclick

Agenda jauclick

Santo

Tributo as Patroas

19/05/2022 • 20:00

Divino Boteco

Bamboa e Tom Brasil

19/05/2022 • 20:00

Jimi´s

Murilo Fonseca e banda

19/05/2022 • 21:30

CÂMERA JAUCLICK das baladinhas do mora

ÚLTIMAS NOTÍCIAS