O melhor de Jaú e região em um só lugar! Desde 1999

Categoria: ,

Ivan Cassaro recebe a chave da cidade

Durante o evento, Agostini garantiu que deixa dinheiro em caixa. João Brandão é o novo presidente da Câmara
Diário do Jahu

Diário do Jahu

DDJ (Diário do Jahu), nosso parceiro de conteúdo.
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

Uma rápida cerimônia no salão nobre da Câmara Municipal marcou o início dos atos oficiais para transição de governo em Jaú. Foi a última agenda oficial com a presença do ex-prefeito Rafael Agostini, que repassou a chave da cidade a Ivan Cassaro. O evento é uma tradição mantida desde a década de 60, iniciada na gestão Jarbas Faracco.

Durante o discurso, Agostini ressaltou que o principal feito de seus oito anos de mandato foi o ajuste fiscal da Prefeitura, que teria ficado com R$11 milhões em caixa, livres para investimentos. “Entrego uma administração mais saudável do que recebi há oito anos”, garantiu o agora ex-prefeito.

Na sequência, Ivan Cassaro recebeu a chave e disse que vai honrar os votos recebidos na última eleição. “Essa jornada pra chegar até aqui foi muito difícil. Vamos fazer um governo de portas abertas”, afirmou. Mais tarde, em entrevista ao SBT – Noticidade, o novo prefeito disse ainda que não tem certeza sobre a situação financeira da Prefeitura, porque as reuniões de transição não foram realizadas da maneira esperada pela nova gestão.

João Brandão é o novo presidente da Câmara

O empresário João Batista Brandão do Amaral, de 68 anos, é o novo presidente da Câmara Municipal de Jaú. A chapa encabeçada pelo novo vereador representa a base de apoio a Ivan Cassaro e demonstrou força na eleição para a presidência, já que recebeu 13 dos 17 votos.

Os únicos votos contrários à chapa 1 foram dos próprios integrantes da chapa 2, Matheus Turini, Tito Coló Neto, Luizinho Andretto e José Carlos Borgo. Logo após ser empossado como presidente, João Brandão pediu união aos vereadores. “Precisamos dar uma resposta rápida ao público jauense. O que passou, passou. Vamos ver a cidade de hoje pra frente”.

O candidato derrotado à presidência destacou que não pretende inviabilizar a gestão Ivan Cassaro, mas que a Câmara não pode ter postura omissa. “Não veja minha postura como oposição de querer fazer com que o prefeito Ivan não governe. Mas é uma convicção de que essa Casa é autônoma e precisa assumir um protagonismo que não teve nos últimos anos”, destacou Mateus Turini.

EM DESTAQUE

Marolla hoje trabalha no Amaral Carvalho, entidade que vai ser beneficiada com as vendas das camisas
Medida é valida para todo o estado e busca reduzir circulação de pessoas