Facebook vai “enterrar” usuários que divulgam fakenews

Prepare-se para ver menos das piores pessoas no Facebook.
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

Nos esforços prolongados do Facebook para ser lembrado como algo diferente do maior megafone de desinformação da história, a empresa empregou uma série de estratégias, desde girar suas próprias narrativas de relações públicas enganosas, até mudanças reais na interface do usuário.

Hoje, a empresa anunciou uma nova tática: não apenas as postagens com informações incorretas ficarão menos visíveis, mas também os usuários individuais que as compartilham.

Por vários anos, o gigante social tem se empenhado em parcerias de verificação de fatos destinadas barrar a disseminação de desinformação viral, usando os resultados dessas verificações para rotular as postagens ofensivas em vez de removê-las.

Em alguns casos, são dados pequenos passos para esconder coisas que são consideradas falsas ou polarizadas. Os usuários, no entanto, eram livres para postar o que quisessem, sem consequências dentro da rede. Agora parece que a coisa vai mudar!

“A partir de hoje, reduziremos a distribuição de todas as postagens no Feed de notícias da conta de um indivíduo no Facebook se eles compartilharem repetidamente conteúdo desclassificado por um de nossos parceiros de verificação de fatos”, escreveu a empresa em um comunicado à imprensa .

Embora as postagens comprovadamente falsas já tenham sido rebaixadas nas classificações do Feed de notícias, os usuários que compartilham informações incorretas regularmente agora verão todo o seu conteúdo “empurrado para baixo” na rolagem interminável do painel.

Resta saber exatamente qual será o impacto tangível dessa aplicação ampliada.

Enquanto os usuários individuais do Facebook eram anteriormente imunes a esse tipo de escrutínio, os usuários do Instagram não eram. No entanto, a desinformação sobre a vacina proliferou no aplicativo de compartilhamento de fotos.

Não importa o quão sofisticados sejam seus sistemas, como argumentei antes, o Facebook é simplesmente grande demais para monitorar.

Varemos!

ANÚNCIOS SUMUP CONSULTOR PETERSON