XV de Jaú

Após empate, XV de Jaú enfrenta o Grêmio pela vaga. Só vitória interessa.

Pós empate por 0x0 com o Mixto, na quinta, XV de Jaú busca vitória.

(Assessoria XV de Jaú – Guilherme Petian)

Nesta quinta-feira (06), no Estádio Zezinho Magalhães, o XV de Jaú enfrentou o Mixto pela segunda rodada da Copinha e, mesmo com o domínio da partida, acabou se deparando com o mesmo obstáculo da estreia: a falta de gols. Finalizado em 0x0, o Galinho e a equipe de Cuiabá seguem com apenas 1 ponto.

XV de Jaú na Copinha. Foto: Bruno Creste

A partida foi marcada por diversas oportunidades para a equipe quinzeana, que iniciou o jogo com uma postura diferente da primeira partida, colocando a bola no chão e apostando em construções no meio de campo. Uma das grandes chances foi logo no começo do segundo tempo, aos 8 minutos, quando Bryan arrancou num bom contra-ataque após tabela com Kevyn e cruzou para Higor, que acabou perdendo o tempo da bola. A segunda etapa foi marcada por mais momentos de pressão em cima do Mixto, como também aos 12 minutos, com cobrança de escanteio fechado para o cabeceio de Matheus Vinicius, que mandou à direita do goleiro Lucão, próximo da trave.

De acordo com o capitão Caique, entre a primeira e segunda rodada, a equipe do Galinho evoluiu e um dos motivos foi ter passado o “peso” de uma estreia.

“É nítido, nossa estreia foi muito abaixo do que podemos dar e na partida contra o Mixto conseguimos manter o nível, propor o jogo e colocar nosso adversário no campo de defesa e realmente só faltou o gol”, conta Caíque, que relata acreditar na classificação, pois “onde tiver chance, há esperança”.

O XV de Jaú volta a campo neste domingo (9), às 16h30, pela terceira e última rodada da primeira fase, contra o Grêmio, equipe já classificada com 6 pontos. Para tornar possível a classificação, a equipe jauense precisa da vitória diante do time gaúcho, além de torcer para que o Castanhal não bata o Mixto no primeiro jogo da rodada, que acontecerá às 14h15.

Torcida presente no Jauzão. Foto: Bruno Creste

Segundo o gerente da base quinzeana Luiz Fernando Moraes, foram feitas diversas análises dos jogos do grupo 10 e, equipes como Castanhal e Mixto tiveram total condição de competir com o atual vice campeão da competição (Grêmio).

“Acreditamos que, humildemente, a gente possa fazer um bom jogo, desde que a gente consiga manter a cabeça no lugar e manter o controle dos nervos para realmente poder vencer. É nisso que a gente acredita e, mais importante do que isso, é os garotos acreditarem. A gente espera que a torcida acredite também”.

Além disso, Luiz argumenta sobre a dedicação diária dos atletas: “Essa garotada merece, eu presencio diariamente, se dedicam muito nos treinos e estão todos focados em seguir na carreira e dar um bom retorno ao XV de Jaú”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Agenda Esportiva

em destaque