Jauclick Notícias de Jaú e Região

BLOG DO MORAES

Blog do Moraes | Jogo Rápido: Coyote Azul

Coyote Azul é formada por Valter Cunha no contrabaixo e voz, Renan Rodrigues Alves na guitarra e Edinho Domingues na bateria.

O segundo Jogo Rápido é com o trio de rock Coyote Azul.

Coyote Azul é formada por Valter Cunha no contrabaixo e voz, Renan Rodrigues Alves na guitarra e Edinho Domingues na bateria.

A banda tem em seu set list: Titãs, Raul Seixas, Legião Urbana, Paralamas do Sucesso, Engenheiros do Hawaí, The Doors, Dire Straits, Eric Clapton, The Beatles, Red Hot Chilli Peppers e muitos outros.

Além do show cover, a banda tá em total produção nas músicas autorais. A música Superstar terá clipe que será lançado no começo de 2.022 e eles gravavam uma versão ao vivo da música A Casa.  Acompanhe:

Curta o Jogo Rápido dos malucos do Coyote!!!

JOGO RÁPIDO – COYOTE AZUL

VALTER CUNHA

Como a música apareceu para você?

Os primeiros contatos com a música de que me lembro, foram sem dúvida por meio do rádio. Aos 5 anos de idade tenho boas lembranças de ter ouvido muitas canções boas nas emissoras de rádio da época, e o interesse em tocar algum instrumento me despertou já posteriormente na pré-adolescência

Quais são suas maiores influências musicais?

Humberto Gessinger dos Engenheiros do Hawaii, Paul McCartney, John Deacon do Queen e Raul Seixas

O que você acha da cena musical atual:

Nosso atual cenário musical se encontra monopolizado por mídias “tradicionais” dominadoras, o que acarreta num empobrecimento musical da grande massa, visto que a indústria fonográfica hoje em dia visa lucros instantâneos e fáceis, criando assim, determinados artistas, sugando-os ao máximo e muitas vezes com a mesma imponência os descartando por bel-prazer, ficando no esquecimento por não se tratar muitas vezes de algo autêntico e original (mas claro que temos exceções). O confortante disso tudo, sem sombra de dúvidas, é a proliferação das redes sociais, proporcionando maior democracia na divulgação e apreciação de artistas independentes.

Breve histórico da sua carreira:

Comecei a estudar violão popular aos 13 anos de idade e aos 16 anos me envolvi por inteiro na onda do contrabaixo elétrico, tocando em modestos projetos de punk e hard rock.

Já aos 17 comecei a tocar na minha primeira banda de verdade, que rendeu muitos shows e significativa experiência na região de Barra Bonita (Stasy). Aos 22 tive a honra de formar a dupla Sax and Song com meu ilustre amigo carioca Wilbertson no saxofone alto e eu no violão e voz, tocando MPB e Rock em bares e restaurantes, e com 24 anos por volta de 2009, eu e Renan Alves juntamente com Lucas Monterosso, iniciamos o projeto Franksonata (Banda performática/teatral) no qual nos trouxe uma gama diferenciada e abrangente de interpretação e atuação no palco, isso, devido a se apresentar fantasiados e envoltos num exuberante cenário.

E por fim já em 2014 demos o surgimento do majestoso Coyote Azul com Renan Alves na guitarra, Edinho Domingues na bateria e eu Valter Cunha no baixo e voz.

Primeiro show que viu: Ultrage a Rigor

Primeiro show que tocou:  Nectarina (Clube de Campo de Barra Bonita)

 Show inesquecível que viu: Aerosmith

 Show inesquecível que tocou: Show no museu de Jaú no Festival de Inverno com a Frank Sonata

Frank Sonata

 Artista do Mundo: Freddie Mercury

 Artista do Brasil:  Raul Seixas

 Artista de Jaú: Beto Padrenosso

 Disco Preferido: Novo Aeon (Raul Seixas)

 Música preferida: Invisible Man (Queen)

 Música preferida de Jaú: Manga Rosa

 A música para você é: Vital

RENAN RODRIGUES

Como a música apareceu para você?

Eu cresci ouvindo músicas de vários estilos em confraternizações de família, desde Benito de Paula a Queen, Elvis tals… Mas eu realmente tive o meu despertar pra música quando um amigo tocou na minha frente uma introdução de uma música da minha banda favorita, eu pedi pra ele me ensinar e foi nesse momento que a música me fisgou de vdd!

Quais são suas maiores influências musicais?

Rock e blues

O que você acha da cena musical atual:

Infelizmente acho que estamos passando um momento cultural ruim, não é que não exista coisas boas na cena atual, eu na vdd acho que tem muita coisa boa, mas parece não ser valorizado e não ganha as grandes mídias… Pra achar música boa hj em dia vc precisa buscar na internet!

Breve histórico da sua carreira:

Comecei a tocar na adolescência, sem pretensão alguma de um dia participar de bandas ou tocar na noite, comecei a tocar por hobby e pra mim, isso por volta de 2002 e só por volta de 2010 comecei a me envolver com bandas e a tocar profissionalmente por ae!

Primeiro show que viu: Os Patrões em Jaú

Primeiro show que tocou:  O primeiro e único “Show” grande msm de vdd que toquei foi no Anhembi em São Paulo no aniversário de 30 anos da Microcamp, foi um evento de porte nacional que contou com grandes artistas como J Quest, NX Zero(com participação da Pitty em uma música) e Cláudia Leite. E lá havia um palco ao lado do principal onde deram espaço pra algumas bandas de microcamps e como a irmã do baixista com quem eu tocava na epoca era gerente da Microcamp da cidade de Praia Grande ela deu um jeitinho e conseguiu nos levar pro evento representando a escola de lá! Esse dia tocamos diante de milhares de pessoas!

Show inesquecível que viu: Guns n’ Roses no parque antártica em 2010 e Sebastian Bach na abertura!

Show inesquecível que tocou: Eesse show do evento da Microcamp citado a cima!

Artista do Mundo:  Difícil citar apenas um… Queen, Michael Jackson, Elton Jhon, Guns n’ Roses, Aerosmith, Kiss..

Artista do Brasil: Raul Seixas, Barão Vermelho, Ultraje a Rigor, Engenheiros do Hawaii, Titãs, Paralamas…

Artista de Jaú: Em Jaú temos muitos, a minha maior influência e favorito são Os Patrões, mas temos muitos ícones e talentos Carlão Franceschini, Adriano Milani, o Norba, Luciano Penedo e o nosso saudoso Betinho Padrenosso que dispensa comentários…

Disco Preferido: Apettite for destrucion – Guns n Roses

Música preferida: Vixe, essa é a mais difícil, acho que ficou com Estranged do Guns

Música preferida de Jaú: Qualquer uma ou todas dos Patrões!!

A música para você é: Música é a terapia da alma!

EDINHO DOMINGUES

Como a música apareceu para você?

Por influência das bandas dos ANOS 80 e dos amigos músicos da época.

Quais são suas maiores influências musicais?

Rock nacional e internacional dos anos 80 e a MPB.

O que você acha da cena musical atual:

Cena dominada pela grande maioria da população brasileira, que devido à falta de cultura, cultiva obras de baixa qualidade intelectual,

Breve histórico da sua carreira:

Músico percussionista e baterista da cidade de Jaú – SP, desde 1994, iniciou seus estudos sobre percussão em 1994 na cidade de Jaú com o professor Paulo Dadamos, posteriormente estudou percussão popular com o professor Betinho Sodré no Conservatório Dramático e Musical Dr. Carlos de Campos, de Tatuí, Bacharel em Bateria na Universidade do Sagrado Coração, Bauru-SP, com o professor Paulo Del Nery; cursou percussão com a professora Miriam Cápua em São Paulo, no Conservatório Souza Lima; Educador musical de bateria e percussão no Projeto Guri – pólo Barra Bonita; Educador musical de percussão do Conservatório Jauense de Música; atualmente é baterista da Banda Coyote Azul (rock and roll), Rasta La Vista (reggae) e percussionista do trio pé de serra Calango Doido (forró), atuou como percussionista ao lado do violonista e compositor Ozi dos Palmares de Pernambuco, Rodrigo Santos, compositor e baixista do Barão Vermelho do Rio de Janeiro, Fernando Magalhães, compositor e guitarrista do Barão Vermelho e Léo Jaime, Kadu Menezes, baterista do Kid Abelha e Léo Jaime do Rio de Janeiro, Os Patrões, banda de rock and roll da cidade de Jaú, atua como músico percussionista para: Elton Soul, intérprete do programa Jovens Talentos do Raul Gil, Bamboa Samba Clube (samba), Banda Vambora (samba-rock), Abrazucando (instrumental brasileiro), Banda Kamandu’kaya (reggae), Banda Biscoito Fino (samba-rock), Banda Selo Brasil (MPB), Banda Matahare (rock), Barão 30 (rock), Neto Souza (sertanejo), Alyfer e Michel (sertanejo) e músicos de Jaú e região. Percussionista da Banda Fly by NIght de Jaú de 1997 a 2015. Participa de gravações em estúdio e DVD com bandas e músicos de Jaú e região.

Primeiro show que viu: Angélica – 1988 – Gigantão – Araraquara – SP

Primeiro show que tocou:  Selo Brasil – 1994 – Ar Livre – Jaú – SP

Show inesquecível que viu: Santana – Sambódromo – SP

Show inesquecível que tocou:  Rodrigo Santos – General – Jaú – SP

Show de Rodrigo Santos do Barão Vermelho no General com participação de Edinho

Artista do Mundo: Fred Mercury

Artista do Brasil :  Peninha – Barão Vermelho

Artista de Jaú: Adriano Milani e Betinho

Disco Preferido: Quanta gente veio ver – ao vivo – Gilberto Gil

Música preferida: Pense e dance – Barão Vermelho

Música preferida de Jaú: O sol faz bem pra mim – Os Patrões

A música para você é: VIDA

 

ACOMPANHE OS CANAIS E REDES SOCIAOS DO COYOTE AZUL:

YOUTUBE

INSTAGRAM

FACEBOOK

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Agenda
sabadobarça

Peter Fernandes

Barça Bar

sabadosofia

Ney Moraes

Sofia Bar

domingo25clubedorock

Clube do Rock

Clube da Bola

domingocravo

Matheus Silva + D.J. Cesar

Cravo e Canela

domingojimis

Dona Encrenka

Jimi´s