Jauclick Notícias de Jaú e Região

BLOG DO MORAES

Blog do Moraes | Jogo Rápido: Escritores – Mickaeu Amaral e Raquel Morelli Paixão

O primeiro JR de Escritores será com Mickaeu Amaral e Raquel Morelli Paixão

O Jogo Rápido abre o espaço para escritores de Jaú e pergunta das preferências de cada, breve relato da carreira e discorre rapidamente sobre o papel da literatura em suas vidas.

O primeiro JR de escritores será com Mickaeu Amaral e Raquel Morelli Paixão

JOGO RAPIDO ESCRITORES

MICKAEU AMARAL

 

QUANDO COMEÇOU A VONTADE DE ESCREVER:

Comecei a escrever (de forma despretensiosa) desde quando me alfabetizei. Brincava de jornalista quando tinha 7 anos, daí quando me alfabetizei passei criar pautas jornalísticas, poesias e letras musicais… aos 16 anos quis ser escritor, porém passei a escrever profissionalmente somente aos 33 anos.

 QUAIS SÃO SUAS MAIORES INFLUÊNCIAS?

Minhas maiores influências são: Machado de Assis, Stephen King e Edgar Allan Poe.

BREVE HISTÓRICO DE SUA CARREIRA:

Maicon Amaral é membro da Academia Jahuense de Letras. Graduado em Letras-Português, escritor autor da obra “O Livro de Jairo”, publicado pela editora Katzen.   Foi classificado no “Concurso Literário Prêmio Conto Brasil”, da editora Trevo, edições de 2018 e 2019.

Também teve participações nas antologias “Além da Terra, Além do Céu” (2019) da editora Chiado de Portugal e do Prêmio off Flip (Festa Literária Internacional de Paraty).

Atualmente trabalha como professor de Língua Portuguesa na rede Estadual de Ensino.

PRIMEIRO LIVRO QUE LEU: O menino Maluquinho, de Ziraldo

ESCRITOR DO MUNDO: Edgar Allan Poe

ESCRITOR DO BRASIL: Machado de Assis

ESCRITOR DE JAÚ: Tamires Frasson

 

LIVRO DO MUNDO E DO BRASIL: Do mundo: Cemitério de Praga, de Umberto Eco…. do Brasil: Dom Casmurro, de Machado de Assis.

Livro de Jaú: João Ribeiro de Barros, apontamentos Históricos, de José Raphael Toscano.

 

COMO O NOSSO PAÍS, ESTADO CIDADE TRATA A LITERATURA:

Só pelo fato do governo mencionar que deseja taxar livros, já denota que em nada quer contribuir para  que pessoas de baixa renda tenham acesso à leitura, mas, se formos falar de uma maneira mais local, vemos uma bela luz no fim do túnel. Nossa cidade tem se esforçado bastante na divulgação da literatura, e a Secretaria de Cultura também vem dando seu apoio; apoiando autores locais para divulgar seus trabalhos e dialogar com a comunidade. É um trabalho de formiguinha, mas acredito que um dia chegaremos lá.

O QUE A LITERATURA É PARA VOCÊ:

Para mim, é um caminho que o autor usa para chegar até a mente das pessoas, com o intuito de transformá-las, informa-las; para enriquecer o vocabulário dessas e o conhecimento de mundo.

RAQUEL MORELLI PAIXÃO

 

Quando começou a vontade de escrever?
Sempre adorei as aulas de produção de texto, mas foi aos 11 anos, durante uma aula de produção de poemas, que senti essa vontade de escrever despertar.

Quais são suas maiores influências?
Enquanto leitora, gosto muito do Machado de Assis. Mas, como escrevo para o público juvenil, as autoras que trabalham a temática Rachel Cohn e Meg Cabot sempre me influenciaram mais.

Breve histórico da sua carreira:
Lancei de maneira independente o livro “Minhas Palavras” em 2015, compilando relatos e poemas escritos ao longo de 10 anos.

Em 2021 fui uma das vencedoras do pitch promovido pela Editora Hope e publiquei o romance juvenil “Fio Vermelho”, o primeiro de uma série.

Primeiro livro que leu:
Certamente os livros da “Bruxonilda”. Mas, já adolescente, a primeira saga que me prendeu foi “O diário da Princesa”

Primeiro texto que escreveu:
Escrevi um poema com características do Classicismo para o Sarau Literário aos 11 anos.

Escritor do Mundo:
Atualmente, Colleen Hoover

Escritor do Brasil:  Pode dois? Rs. Aline Bei e João Anzanello Carrascoza

Escritor de Jaú: Letícia Ferrarezi

Livro do Mundo e do Brasil:
Do mundo: o clássico O Morro dos Ventos Uivantes
Do Brasil: o clássico Dom Casmurro

Livro de Jaú:
Pequenos surtos cotidianos, da Letícia Ferrarezi

Como o nosso país, estado, cidade trata a literatura:
A cidade de Jaú vem proporcionando maior visibilidade para a Literatura. Vejo vários eventos acontecendo: Lançamento de livro, Sarau, espaço nas escolas para escritores locais divulgarem seu trabalho, enfim. É muito satisfatório ver os esforços.

A Academia Jauense de Letras também faz um trabalho que merece destaque e vem cada vez mais conquistando a adoração do público com seus eventos.

Participo de alguns eventos na região e em outras cidades do estado, sempre percebendo que o incentivo à literatura nunca é demais.

Creio que os eventos on-line e as redes sociais também ajudam a disseminar os livros pelo Brasil todo.

A literatura para você é:
A realização de um sonho e uma válvula de escape. Meu lado leitora e meu lado escritora caminham lado a lado, pois um não sobrevive sem o outro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Agenda
quintaomega

Acústico S3

Omega Lounge

quintajimis

Le e Rafa Ometto

Jimi´s

quintafinos

Fer Carvalho

Fino´s Pub

quintadivino

Silas Lemos e banda

Divino Boteco

sextaarmazem

Camila Monteiro e Andreia Santos

Armazém São Benedito