BLOG DO MORAES

Blog do Moraes – Jogo Rápido com Escritores

Hoje o Jogo Rápido com Escritores do Blog do Moraes é com Amanda Kristensen e Kleber Amaral

O Blog do Moraes traz mais uma edição do Jogo Rápido com escritores da cidade. A coluna já realizou o bate papo com os escritores Fabio Grossi, Leticia Ferrarezi, Mickaeu Amaral, Raquel Morelli Paixão, Hector Leandronic e Juliana Ayon.

AMANDA KRISTENSEN

 Jogo Rápido com Escritores

Quando começou a vontade de escrever? A primeira história que me surgiu teve seu embrião meses depois da morte da minha avó Neusa. Tínhamos uma relação bem próxima e afetiva. Ela me contou muitas histórias na infância.

Quais são suas maiores influências? Clarice Lispector, Machado de Assis, Guimarães Rosa, Mário de Andrade, Graciliano Ramos e Adriana Vieira Lomar.

Breve histórico da sua carreira: Sou autora de duas obras de contos: “Entre-Terras” (2020) e “Pelas-Frestas” (2022) ambas publicadas pela editora Patuá, localizada em São Paulo. Também tenho diversos textos publicados em Antologias (Selo Borboleta Azul, Casa Brasileira de Livros etc.); e Blogs Literários (As Contistas, Borboletário), bem como contos premiados, tal qual “Ezequiel e as Formigas”, segundo lugar na feira Flit de Literatura. Ainda neste ano, haverá a publicação direcionada ao público infantil pela Editora Caravana, localizada em Minas Gerais.

Primeiro livro que leu: Eu não me lembro exatamente o nome do livro, mas uma das fábulas que nele estava: “Festa no céu”; a vó quem leu para mim.

Primeiro texto que escreveu: “Flor-de-Lume”, um conto para crianças.

Escritor do Mundo: José Saramago.

Escritor do Brasil: Clarice Lispector.

Escritor de Jaú: Deixei Jaú cedo, aos 21. Conheço somente o trabalho do Caio Zunta. Hoje leio mais autores comuns à região de Cascavel (PR), onde resido. Dentre eles, a excelente Tere Tavares. Espero que este espaço me traga o contato de mais autores jauenses!

Livro do Mundo e do Brasil: “Ensaio sobre a cegueira, de José Saramago”; “Todos os contos”, de Clarice Lispector.

Livro de Jaú: Conforme mencionado, espero que este espaço me traga mais ciência acerca dos autores jauenses e suas respectivas obras.

Como o nosso país, estado, cidade trata a literatura: Infelizmente, acredito que ainda se veja a literatura de maneira marginalizada; especialmente, aquela viva, produzida hoje. Há ‘burburinhos’ culturais muito interessantes na capital de São Paulo e em Curitiba, mas as regiões interioranas ainda sofrem com a restrição de diálogo e divulgação de trabalho. O que ameniza essa ‘distância’, atualmente, são as redes sociais.

A literatura para você é: A literatura é um acumulado subjetivo do conhecimento individual e coletivo, uma elaboração artística que (re)escreve o homem, seu interno e seu entorno.

KLEBER AMARAL

Quando começou a vontade de escrever?

Aaos 6 anos já fazia paródias e aos 10 já criava minhas próprias poesias

Quais são suas maiores influências?

Minhas maiores influências são meus pais e meus ídolos musicais

Breve histórico da sua carreira:

Sou Cleber Ricardo Clemente, 29 anos conhecido como Kleber Amaral. Sou Formado em Publicidade e Propaganda, Pós Em gestão Pública, Fotografo e Membro de diversos  movimentos culturais. Iniciei na literatura fazendo paródias, depois virei mc, mas foi no slam  em 2016 que eu me encontrei e entendi que a literatura era o caminho a seguir.

Primeiro livro que leu:

As Aventuras de Sherlok Holmes

Primeiro texto que escreveu:

Com 9 anos para um concurso de redação da cidade

Escritor do Mundo:

Sergio Vaz (meu Idolo)

Escritor do Brasil

Mario Quintana e Renan Inquérito

Escritor de Jaú:

Tamires Frasson

Livro do Mundo e do Brasil:

Poucas Palavras  ( de Renan Inquérito)

Livro de Jaú:

Pensamentos que não se calam e Das inconformidades do Cotidiano

Como o nosso país, estado, cidade trata a literatura:

Infelizmente não dão a atenção adequada e não investem nessa área

A literatura para você é:

Combustível para vida

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Agenda Jauclick