Blog do Moraes • Pro dia Nascer Feliz na Javel – 22/05/1998

Memórias da divulgação dos anos 90! O negócio era RUA! Pro dia Nascer Feliz na Javel

Há exatamente 24 anos atrás, 22/05/98, Marco Gigliotti, o Gigão me chamou para conversar e fazer um evento na Oficina da Javel.

Desde o começo dos anos 90 eu vendia convites para quase todas as festas que rolavam e em 1.996 comecei a fazer as minhas, praticamente no Flamingo´s. Fiz naquele ano de 96, “Festa do Apito”, “Arraial da Vaca Louca” e “Festa do Toca Gado”.

Nestes ínterins, sempre vendendo convites. Em 1.998  era promoter, também, do Beer Sport Bar, onde eram sócios o Gallo e o Balla. O meu trabalho de promoter era de venda de convites mas não tinha muita oportunidade de fazer as  minhas festas. Não havia uma abertura.

Foi nessa fase que o Gigão me chamou para fazer esta festa na Javel – “Pro dia Nascer Feliz”, dia 22 de maio em 1.998 com Dudu Galvão – Matahare e Os Patrões!

Dudu fez com Gigão. Matahare tinha na formação Rodrigo Galdino nos vocais, Zezão no contrabaixo, PC na guitarra, Edinho na percussão e Gigão na bateria.

Os Patrões eram Spilari, Rafael Giannini e Guto Campana.

Pro dia Nascer Feliz na Javel

Naquela época a divulgação era completamente diferente. A coisa era mais na unha.

Claro que as chamadas de rádio eram importantes (Tropical, Sintonia ou Transamérica em Dois Córregos), fazíamos camisetas e cartazes na cidade inteira na Mega Silk.

Mas o negócio era RUA.

O esquema era o seguinte, panfletagem nas saídas de escola na hora do almoço. Meio-dia no Instituto, da 12:30 a 13h, Objetivo, Interativo e Fundação. A noite, na Academia e no intervalo da faculdade na Fundação. Junto com as panfletagens, carro de som!

No centro, parávamos no Bar do Vinicio a tarde ficávamos  oferecendo os convites nos carros que passavam. Um oferecia e outro pedia para passar Nugget Branco atrás do carro.

Um dia antes do evento, na quinta, rolou uma carreata na frente da Faculdade. Era mão dupla.

A turma do Beer Sport tinha um monte de carrão, Omega, Suprema.Só carraço. Daqui a pouco chega a galera da Javel: Maverick, Chevrolezona do Rubão, Variant e todo mundo com o Jalequinho da Javel panfletando na rua. Foi sensacional!!

No dia da festa, na sexta de manhã, o Beer Sport Bar resolveu mudar a tática e vendeu convite a R$ 5,00 e deu cerveja de graça a noite inteira. Sim, cinco reais e bebia de graça toda a noite.

Mas não deu muito certo, a festa da Javel foi um furdunço.  Bombou geral!!

Depois da Javel praticamente não parei mais de fazer eventos. Várias no Canalha´s, Galpão Brasil, primeiro Reveillon da Bocada, Vejau Rock Gol, ai 2.002 chega o General e todos já sabem…

Era uma época diferente demais. 25 anos atrás…. Todo mundo teria que ir para a rua pra fazer virar. Não existia outro meio.

Isso não é saudosismo. Só eu sei como a internet, as redes sociais, o whatshapp é importante para divulgação e para agilidade das informações. Principalmente quando se faz evento toda semana como eu fazia no General, Santo etc..

Mas que era uma onda esse “tete-a-tete” na divulga era!

Compartilhe:

Wilson Moraes

Wilson Moraes

Wilson Moraes, o Moraes, escreve periodicamente no Blog do Moraes, agora aqui no Jauclick

Agenda Jauclick

publicidade

Seu site merece estar no topo!

Desenvolvemos sites com tecnologia preparada para integrar com as melhores ferramentas.

PUBLICIDADE - SOCIAL

Fortaleça a mensagem da prevenção!

Conheça as campanhas de prevenção trabalhadas no Hospital Amaral Carvalho e acesse e compartilhe os materiais para ajudar a levar a informação para mais pessoas.

Mais Blogs do Jauclick

till-a-luta-pela-justica

Till – Em busca de Justiça: Um filme Obrigatório

Till - Em Busca de Justiça': Filme impactante sobre racismo nos anos 50, uma busca por igualdade. Boa leitura.... (leia mais)
pele coraçao

Pelé eterno transformou o futebol

O maior atleta de todos os tempos nos deixou hoje, aos 82 anos... (leia mais)
Cinema e Futebol Americano

Cinema e Futebol Americano

Superbowl acontece no domingo. E para dar uma aquecida no maior evento esportivo do mundo (quando falamos em alcance, transmissão... (leia mais)