JOGO RÁPIDO ESCRITORES C/ JULIANA BASSAN AYON E HECTOR LEANDRONIC

Jogo rápido com escritores: Juliana Bassan Ayon e Hector Leandronic

O Blog do Moraes traz mais uma edição do Jogo Rápido com escritores da cidade. A coluna já realizou o bate papo com os escritores Fabio Grossi, Leticia Ferrarezi, Mickaeu Amaral e Raquel Morelli Paixão.  Lembrando que a primeira entrevista do Blog nesta nova fase  foi com a escritora Tamires Frasson do Literocupa.

Agora é a vez de Juliana Bassan Ayon e Hector Leandronic.

JOGO RÁPIDO ESCRITORES Nº 03

JULIANA BASSAN AYON

Quando começou a vontade de escrever?

Já nos meus 6/7 anos eu criei o hábito de escrever diários e com o passar do tempo fui aprimorando a escrita, até começar a me arriscar em escrever crônicas e poesias e publicá-las na internet. Criei meu primeiro blog em 2004 e desde então estou publicando meus textos.

Quais são suas maiores influências?

Gosto muito da poeta portuguesa Florbela Espanca, lembro da sensação ao ler pela primeira vez as poesias dela, onde ela transforma belissimamente dor em arte.

Breve histórico da sua carreira:

Desde 2004 publico meus textos na internet e desde 2009 escrevo o blog “O Instável Mundo da Juh”, onde por meio das palavras procuro exteriorizar fragmentos da instabilidade do meu mundo e dos muitos questionamentos existenciais que tenho.

https://www.facebook.com/oinstavelmundodajuh/

Tive dois dos meus poemas publicados nas antologias do projeto que celebra a escrita feminina ‘Senhoras Obscenas’, o primeiro de mesmo nome em 2015 e o segundo chamado “Damas entre Verdes” em 2017. Ainda em 2017 me tornei voluntária do coletivo literário Literocupa, que tem como objetivo ocupar os espaços públicos com literatura, arte e poesia na cidade de Jaú e pelo coletivo já participei das duas edições do zine “A Poesia Salva” e já ministrei diversas oficinas de zine e poesia nos eventos e na biblioteca comunitária. Em 2019 participei do SOMAS festival integrando a exposição “Mulheres que Pintam” com artes misturando trechos da minha poesia e aquarela. E estou trabalhando agora no meu primeiro livro solo, previsto pra ser lançado ainda em 2022.

Primeiro livro que leu: Provavelmente esse não foi o primeiro que li, mas foi o primeiro que me marcou e que me fez sentir o poder da leitura. Foi o “Meu Pé de Laranja Lima” e eu devia ter uns 10/11 anos.

Primeiro texto que escreveu: O primeiro texto que tenho registro é um de um caderninho que minha mãe guardou e que eu devo ter escrito com uns 7 anos, mais ou menos. Os que se seguiram se perderam em cadernos jogados fora e blogs deletados, mas no blog que mantenho de 2009 até hoje estão praticamente todos os textos que escrevi desde aquela época.

Escritor do Mundo: Florbela Espanca e Virginia Woolf

Escritor do Brasil: Hilda Hilst, Adélia Prado, Sérgio Vaz e Mariana Félix

Escritor de Jaú: os/as poetas do Literocupa

Livro do Mundo e do Brasil: do Mundo “A Insustentável Leveza do Ser” do Milan Kundera e do Brasil “A Hora da Estrela” da Clarice Lispector.

Livro de Jaú: “Das Inconformidades do Cotidiano” da Tamires Frasson

Como o nosso país, estado, cidade trata a literatura: Infelizmente com desdém e sem a importância necessária, é visível o quanto a cultura como um todo foi prejudicada no atual governo. É massificada a visão de que cultura e literatura são itens supérfluos e sem importância e o acesso à cultura é desigual, seja pelas barreiras sociais, alto custo do valor de eventos privados, falta de incentivo nas escolas e comunidades, o que acaba restringindo esse acesso apenas a uma classe mais alta e dando um status erroneamente elitista.

A literatura para você é: Uma forma de viajar sem sair do lugar, um aconchego, uma forma lúdica e divertida de se comunicar, contar histórias e transmitir cultura e conhecimento para todas as pessoas, sem exceção.

HECTOR LEANDRONIC

Quando começou a vontade de escrever?

Com 18 anos, em 2012, quando uma amiga me deu um bloco de notas e eu disse que quando ela retornasse das férias, eu o devolveria cheio de poemas. Decidi levar a sério para ver se eu era bom naquilo. Quase 80 poemas depois, decidi arriscar no romance, e até hoje é uma das coisas que mais gosto de fazer.

Quais são suas maiores influências?

Acredito que posso colocar Stephen King no topo dessa lista. Mas devo dizer que minhas histórias não saem muito de inspirações literárias, o que pode parecer curioso. Mas passo muito mais tempo dedicando a escrita, do que a leitura. Creio que isso me ajuda a tentar ser mais autêntico, ao invés de procurar por “referências”.

Breve histórico da sua carreira:

Em 2020 participei de duas antologias de contos pela Editora Qualis. Ainda no mesmo ano, tive a oportunidade de lançar meu primeiro livro, A Batalha de Monte Dourado, pela Editora Alarde. 2021 foi a vez de mais uma antologia da Qualis e do meu mais recente romance, La Symphonie Finale.

 

Primeiro livro que leu: Forrest Gump

Primeiro texto que escreveu:  Um poema que se chama “Ontem”.

Escritor do Mundo:  H. P. Lovecraft

Escritor do Brasil : Ariano Suassuna

Escritor de Jaú:  Fábio Pastorelli

Livro do Mundo e do Brasil:

Do mundo: O Mágico de Oz

Do Brasil: Dom Casmurro

Livro de Jaú:

Meu primeiro dia sem ela (Gustavo J. Martinho)

Como o nosso país, estado, cidade trata a literatura:

Apesar de boa parte da população ainda não dar tamanho valor a literatura, vejo sempre algum avanço, seja das pessoas ou das editoras, que cada vez mais tem abraçado jovens autores, o que estimula muito a criação e, consequentemente, a leitura de novos livros. Talvez a integração desses autores em feiras, livrarias, ou até mesmo nas escolas (porque não?) pudesse favorecer ainda mais a leitura de quem não tem o hábito.

A literatura para você é:

Uma forma de expressar uma ideia em forma de texto, onde cada leitor possui a capacidade de torná-la a realidade que quiser, além mesmo da própria ideia do autor. Cada um imagina de um jeito diferente. Também significa eternizar-se nesse mhndo, deixando sua marca para a posteridade.

Wilson Moraes

Wilson Moraes

Wilson Moraes, o Moraes, escreve periodicamente no Blog do Moraes, agora aqui no Jauclick

Agenda jauclick

Estádio Lanchão, Franca/SP

Francana x XV de Jaú

29/05/2022 • 10:00

Cravo e Canela

Deixa Rolar

29/05/2022 • 19:00

Praça da Matriz

Slam da Massa

29/05/2022 • 19:00

CÂMERA JAUCLICK das baladinhas do mora

ÚLTIMAS NOTÍCIAS