Cine Denadai

Foi com medo de avião… Cine Denadai

Conheça filmes que exploram o medo de avião, claustrofobia e até a presença de cobras em voos cinematográficos cheios de tensão e ação.

Se deu tudo certo para o personagem da música de Belchior em um voo, isso não significa que sempre que alguém ter medo de avião, isso irá acontecer.

Principalmente nos filmes que exploram a acrofobia, que é o medo de altura (algo que dificilmente alguém deve ser melhor do que eu) e aerofobia, que é o medo de andar de avião, helicóptero e até disco voador.

Confesso que essa segunda opção não seja uma fobia confirmada para mim, já que ainda não viajei de avião, seja por um possível medo e por falta de grana ou oportunidades. Mas podem ter certeza que com medo ou sem medo de altura e avião, ninguém gostaria de estar em um dos voos dos filmes que irei relacionar aqui. Apertem os cintos e bora para a lista.

Começando com um filme nacional que foi lançado há pouco tempo e que me inspirou para esse texto. “O Sequestro do Voo 375” relata a história verídica de Nonato Alves da Conceição, que em 1988, insatisfeito com as promessas não cumpridas do então Presidente da República José Sarney, simplesmente resolve entrar armado em um avião, sequestrar o mesmo e depois joga-lo no Palácio do Planalto em Brasília para matar o presidente!

Doidera!

Sim, nessa época, o aeroporto de Confins em Minas Gerais não possuía detector de metais ou raio-x para identificar uma arma com algum passageiro. O filme é ótimo! A tensão sequestrador e piloto literalmente está nas alturas e sentimos isso todo tempo. Quem não conhece nada desse fato, que era o meu caso, irá ficar realmente surpreendido com coisas que aconteceram nesse voo.

Tecnicamente o filme peca em apenas um momento, que são as imagens externas do voo, principalmente sua decolagem, nesse caso, os efeitos especiais não ajudam, mas tudo bem, o que mais tem por aí é filme ruim com efeitos especiais ótimos.

E o foco do filme é o que acontece internamente no avião e aí o filme se impõe, principalmente em uma cena onde uma manobra do piloto é feita que é digna de se segurar no braço do sofá. Se não bastasse a loucura que é essa história, tudo endoida ainda mais quando é revelado que no bunker onde foi encontrado o terrorista Osama Bin Laden haviam reportagens desse caso, dando a entender que essa situação contribuiu em algo para os atentados de 11 de setembro nos EUA.

Disponível em: Star+.

Falando em 11 de setembro, todas as histórias que envolvem as vítimas daquele episódio são tristes. Seja no World Trade Center, no Pentágono ou no voo que caiu na Pensilvânia.

Voo esse que virou o espetacular filme “Voo United 93”.

No filme é relatado o heroísmo dos passageiros, que cientes da situação, sabiam que dificilmente sairiam com vida daquele voo e evitavam de todas asa formas que o avião chegasse em seu destino final (li que esse destino seria a Casa Branca, mas não sei até onde isso é verdade), fazendo que a tragédia fosse ainda maior.

O filme é claustrofóbico! Os corredores do avião ficam menores e mais apertados devida a situação dos passageiros. E para configurar isso, nada como um diretor extremamente hábil e competente com a câmera na mão.

E esse cara é Paul Greengrass que faz magia com as cenas numa harmonia entre fotografia, montagem e edição dando um realismo absurdo para o que estamos vendo.

Um filme emocionante e real.

Disponível em: Shock Video Café e acervo próprio.

Para encerrar os filmes relatando casos verídicos sobre heróis das alturas, um caso mais recente e que a maioria deve conhecer.

“Sully: O Herói do Rio Husdon” tem a receita perfeita para um filme de sucesso nos EUA e fora de lá.

Um herói americano que salvou mais de 150 pessoas com uma manobra milagrosa, Clint Eastwood na direção e Tom Hanks no papel principal. Poxa, isso é voar em céu de brigadeiros!

Mas o filme tem seus méritos totais e não foca somente em nosso herói, mas também na investigação sobre o que fez com que um avião tivesse que pousar nas águas de um rio em Nova York para que uma tragédia não ocorresse.

Obviamente que uma empresa gigante da aviação não iria abraçar a culpa dessa quase tragédia, aceitando que tudo ocorreu por conta de uma pane. É muito mais fácil tentar acusar o piloto, oras!

Então o filme não fica só dentro do avião, mas também trafega nos tribunais americanos para mostrar essa batalha entre herói e grandes conglomerados cheios da grana. O filme tem toda a credencial para ser visto e realmente merece a atenção.

Disponível em: Shock Video Café, Amazon Prime, Max e acervo próprio.

Mais voltado para essa última dica temos mais um filme com um figurão de Hollywood como piloto.

O filme “O Voo” é encabeçado por Denzel Washington e eleva o jargão popular “se for beber não dirija” para níveis estratosféricos.

No caso, nosso piloto é um viciado em cocaína e que não recusa um whiskey e uma noite mal dormida acompanhada de uma aeromoça. Prato cheio para uma bela burrada.

E após uma noite dessas, um quase acidente transforma o piloto em um herói. Pois é, mesmo em condições deploráveis ele salva passageiros e tripulação de um fim trágico certo.

E obviamente que sabendo do histórico do piloto, a empresa irá tentar se redimir da culpa, ou pelo menos dividir. E o complicado é que o personagem de Denzel não se ajuda e o telespectador vai torcendo o nariz para suas atitudes. Mais um filme de extrema qualidade técnica e uma cena de um quase acidente de deixarmos de queixo caído!

Disponível em: Shock Video Café, TeleCine Play.

Para encerrar vamos juntar as três fobias já citados aqui (acrofobia, aerofobia e claustrofobia) e adicionar mais uma!

A ofidiofobia, que é nada mais nada menos, que o medo de cobras!

E provavelmente quem pensou nisso tem uma mente perversa e doentia. A premissa de “Serpentes a Bordo” é mais ou menos assim: já que não podemos entrar armados em um avião para matar uma testemunha que viu mais do que deveria, vamos encher o avião com cobras venenosas, usar um mecanismo para libera-las e depois soltar um hormônio para deixa-las mais agressivas. Simples assim!

E temos um filme com muito terror, suspense, ação e, obviamente, comédia! Muita comédia!

O filme é divertido. Não tem nada do primor técnico dos filma americanos já citados, mas ele não quer e não precisa disso, seu dever é com o descompromisso e o entretenimento, entregando isso em doses cavalares.

Maravilha trash! Vejam e se divirtam!

Disponível em Shock Video Café.

Espero que gostem dessa lista e nos vemos numa próxima escala!

André Denadai
André Denadai
André é jauense, xvano, palmeirense e apaixonado por cinema e ele escreve periodicamente para o Jauclick.

Compartilhe o artigo:

Agenda Jauclick

publicidade

Seu site merece estar no topo!

Desenvolvemos sites com tecnologia preparada para integrar com as melhores ferramentas.

PUBLICIDADE - SOCIAL

Fortaleça a mensagem da prevenção!

Conheça as campanhas de prevenção trabalhadas no Hospital Amaral Carvalho e acesse e compartilhe os materiais para ajudar a levar a informação para mais pessoas.

Mais Blogs do Jauclick

Boehmian Rhapsody

Cinema para ver e ouvir

Artigo do André fala sobre a união agradável sobre o cinema e a música, repassando algumas cinebiografias..... (leia mais)
Blog-do-Moraes

O Blog do Moraes está de volta!

Wilson, o Moraes, ou Mora, ou "Moraizinho", está de volta com o seu blog.... (leia mais)
frejatdamaxocmora

Putz, perdi o Frejat em Jaú!

Texto fala do show do Barão em Jaú, shows de integrantes do Barão na cidade e outras passagens baronescas por... (leia mais)