Yamandu Costa no Santo.. Calma leiam o texto..

Quer uma situação surreal envolvendo Yamandu Costa, Ana Claudia Baxa e eu?

Eu estou tentando, aos poucos, fazer um resgate do meu antigo blog. Tem algumas pataquadas mas tem bastante coisa interessante.

Eu fiz um texto em 1º de Fevereiro de 2.012.

Uns cinco dias antes disso, eu e Betinho no boteco tomando uma cerveja e ele me lembrou de uma passagem do Santo em 2.007.

“Mora, lembra quando o Yamandu foi no Santo tomar uma?”.

Bom, vamos relembrar..

Yamandu Costa no Santo… Calma, leiam o texto…..

Ledo engano, o ano era 2.007.

Paulo Pin e sua trupe  estava tocando no palco do Santinho quando pelas mãos do grande Bentinho surge o violonista Yamandu Costa que tinha lotado o Elza Munerato horas antes no Julho Cultural daquele ano.

Tempo vem tempo vai e Yamandu continuava firme na parte de cima do Santo. Tomando um destilado e uma pinguinha…

Lá pelas cinco da manhã, eu me preparando pra ir embora, os últimos clientes, os  funcionários, seguranças, todos indo embora, quando olho pro portão um cabeludo na porta do Santo, sozinho.

Virei:

Nossa, o que o Rafael Giannni está fazendo no Santo esta hora”.

Quando me aproximo, não era o Rafael. Era o o Yamandu  sozinho na porta do Santo. Meio estatelado na porta depois de alguns destiladinhos..

Ai viro pra ele e pergunto:

 – Oi Yamandu, quer uma carona aí…  Ele:

– Opa,quero sim. Mas  rapaz mas estou com uma fome…

Bom, sai eu, Yamandu dentro do famigerado Uninho 92 ouvindo um Trio Mocotó que alías,  ele elogiou… Mas bem discretamente…..

Pensei na hora, poderia ter pelo um Dominguinhos Ao Vivo que eu tinha em casa. Yamandu gravou com Dominguinhos pouco tempo antes.

Bom, fomos atrás de um lugar para o cara comer.  Paramos nos traillers do Beko.

Todos os trailers fechados.  Do lado,  aquela galera do Tiro de Guerra em formação esperando o seu comandante.

Do lado do Uno, um carro. E era o de Ana Claudia Hernandez – a querida Baxa!

Sorrateiramente, inclino meu corpo e indico a figura do Yamandu do lado que estava meio desolado de fome.

Quando ela vê o cara dentro do meu carro, sai que nem uma louca do veículo dela e o chama. Ele vê a Baxa e saiu animadinho ao encontro dela.

Na hora, Baxa solta:

“- Yamandu, você precisa tocar no meu violão”.

Sim, a Baxa tinha um violão no porta-mala. E do nada, o homem pega o violão e começa a esmerilhar o instrumento da Baxa.

Uma cena surreal.. Simplesmente o dia clareando, Yamandu Costa fazendo um som fantástico no violão da Baxa e os soldados do Tiro de Guerra do lado nem imaginando quem era o monstro que estava lá.

Nesta época, Yamandu tinha 32 anos e só com essa idade já era considerado um dos maiores instrumentistas do Brasil.

Atualmente, com 44 anos, tem mais de 25 obras na sua discografia, prêmios variados, shows no exterior e em 2.021 ganhou o Grammy Latino com a obra Toquinho e Yamandu Costa – Bachianinha (Live at Rio Montreux Jazz Festival)

E tocou no violão da querida Baxa……

 

Compartilhe o artigo:

Wilson Moraes
Wilson Moraes
Wilson Moraes, o Moraes, escreve periodicamente no Blog do Moraes, agora aqui no Jauclick

Agenda Jauclick

publicidade

Seu site merece estar no topo!

Desenvolvemos sites com tecnologia preparada para integrar com as melhores ferramentas.

PUBLICIDADE - SOCIAL

Fortaleça a mensagem da prevenção!

Conheça as campanhas de prevenção trabalhadas no Hospital Amaral Carvalho e acesse e compartilhe os materiais para ajudar a levar a informação para mais pessoas.

Mais Blogs do Jauclick

Marilia Show

A dor dos fãs e a dor de cotovelo dos outros

Tragédia com a morte da cantora, gerou comentários infelizes nas redes sociais.... (leia mais)
Beach Tenis imagem

Esportes Modernos e Crescimento Feminino

Descubra as novas modalidades esportivas que surgiram desde o início do século XXI, o crescimento do esporte feminino e como... (leia mais)
Nomes-de-filmes-1

Ótimos filmes com ótimos títulos

Da comédia irreverente ao faroeste clássico: Descubra filmes cujos títulos são um convite irresistível para uma experiência cinematográfica única!... (leia mais)