Cine Denadai

Apocalipse no cinema

Reflexões sobre a ascensão do streaming e a influência na seleção de filmes, enquanto revisitamos clássicos do 'fim do mundo' e exploramos suas diferentes abordagens cinematográficas.

O cinema sofreu um baque durante a pandemia e viu o streaming, seu rival na maneira de assistir filmes, subir na preferência da audiência.

Uma pena, já que os dois poderiam ser aliados e fomentar a arte ao máximo de pessoas. Sendo assim, acaba sendo estranho um streaming como a Netflix, que acabou se popularizando por conta de suas séries, ditar qual filme você deve assistir no momento.

Em dezembro houve uma propaganda enorme sobre o filme apocalíptico da mais popular rede de streaming chamado “O Mundo Depois de Nós”, que não vou entrar no mérito se é ruim ou não, pois ainda nem assisti. Mas para mim, todo esse alarde sobre um filme vindo de uma plataforma de séries, é o fim do mundo! E esse é o tema desse meu texto.

Fim do mundo!

E foi no final do século passado que esse tema dominou as telas dos cinemas pelo mundo. Para quem ainda não era nascido, a crença na época era que você nem era para existir, já que o mundo iria acabar na virada de 1999 para 2000. De que maneira? Não sabíamos, mas segundo o cinema, poderia ser de através da vinda do anticristo ou da queda de meteoros.

O filme “Fim dos Dias” é um exemplo do primeiro caso citado. Um terror com pegadas de ação estrelado por Arnold Schwarzenegger que está longe de ser uma obra-prima, mas que caiu muito bem para época. Mas o legal mesmo era ir no cinema ver os meteoros caindo de todos os lados na Terra!! Se “Impacto Profundo” com Morgan Freeman decepcionou pela falta de ação, esse período lançou o que costumo chamar de o pior melhor filme de todos os tempos ou o melhor pior filme de todos os tempos. “Armagedon” foi muito assistido nos cinemas!

O diretor Michael Bay sabe explodir as coisas de maneira muito bem feita, pena que isso não seja sinônimo de qualidade, pois geralmente ele exagera na ação e esquece um pouco do história. Mas já que o mundo iria acabar, o que menos queríamos eram reflexões!

Destaque também para uma música que entoou nas rádios da época. “I Don’t Want to Miss a Thing” do Aerosmith fez tanto sucesso quanto o filme. E ouvi-la ou assistir esse filme novamente é sempre de bom grado.

Disponível em: Shock Video Café, acervo próprio e Star+.

Na passagem do século 19 para o 20 algumas cápsulas com mensagens para serem abertas na virada do século 20 para o 21 foram deixadas em vários lugares.

As mensagens geralmente tratavam sobre paz e de como essas pessoas imaginavam o mundo 100 anos depois. Algo que também foi feito para quando o século 21 acabar e começar o 22. Esse é o tema de “Presságio”, um filme que eu adorei, mas que pode fazer muita gente torcer o nariz.

A mistura de ficção e suspense mostra uma dessas cápsulas sendo aberta por um adolescente. Na carta, apenas números dispostos de maneira aparentemente aleatórias. Mas seu pai, um professor, percebe que esses números na verdade são datas de grandes catástrofes que ocorreram em diferentes épocas, teoria que se concretiza quando um um acidente de avião, muito bem filmada por sinal, acontece.

Só que o mais intrigante é saber o que irá acontecer quando as datas acabarem…bem, pelo tema do texto, acho que não tem muito segredo, mas mesmo assim, vejam!

Disponível em: Shock Video Café, GloboPlay, Amazon Prime e Netflix.

O fim do mundo pode se dar de várias maneiras, como vimos anteriormente. De modo mais rápido e indolor com a queda de um meteoro ou em leves doses homeopáticas, mas tudo parece ser assustador, inclusive a premissa de “Filhos da Esperança”, que aborda um futuro onde há mais de 20 anos nenhuma criança nasce no mundo, para piorar, a última pessoas que nasceu é argentina!

Mas tem muita coisa acontecendo nesse filme que obviamente nem vou comentar. Dito isso, não é preciso ser bom em matemática para saber que a população mundial está em déficit e que uma hora ou outra ela ir se extinguir.

Sobre o filme, é de uma excelência única. Há uma cena muito bem filmada em um único plano sequência em que Clive Owen está em meio a um tiroteio que é o ápice do filme e uma pequena, mas sempre maravilhosa atuação de Michael Caine, um dos meus atores preferidos.

Um filme com uma premissa complexa, mas de fácil entendimento que deverá agradar a maioria da galera. Já vi várias vezes e não me canso de assistir esse filme!

Disponível em: Shock Video Café e acero próprio.

Tratado de uma forma mais leve, mas não menos trágica, a próxima indicação propõe um questionamento sobre um possível fim da aventura humana na Terra.

Com quem você gostaria de passar seus últimos momentos por aqui?

Essa é a dúvida que o filme “Procura-se um Amigo para o Fim do Mundo”, onde um meteoro (mais uma vez) está há alguns dias de se chocar com o planeta.

A obra conta com uma ótima dupla de protagonistas e sempre estaremos vendo Steve Carrell ou Keira Knightley em cana, essa última esbanjando a simpatia em tela que sempre lhe é peculiar. Em momentos muito engraçados com uma festa de despedida onde o politicamente correto não foi convidado e um bar onde todos são amigos e em outras ocasiões mais dramático, como os motivos que acabam fazendo nossa dupla viajar muito, mesmo há alguns dias do apocalipse.

Não falta humor e momentos leves nesse filme, inclusive, muitas vezes, nem lembramos do meteoro e da tragédia que ele pode causar.

Disponível em: Shock Video Café.

M. Night Shyamalan, diretor de “O Sexto Sentido” já tentou acabar com o mundo três vezes.

A primeira foi através de uma invasão alienígena em “Sinais” (não fica claro que essa seria a intenção do Ets, mas coisa boa não era) e a segunda foi no pavoroso “Fim dos Tempos” que nem vou entrar em detalhes para que você nem pense em ver. Mas indico aqui seu último filme e, até então, a terceira vez que o cara tenta dar um reset na humanidade.

Gostei tanto de “Batem à Porta” que logo depois que terminei de ver já foi comprar o livro, que obviamente comecei ler e já parei, a história é sobre quatro pessoas aparentemente aleatórias que vão até uma cabana do meio do nada atormentar uma família com uma proposta para que o fim do mundo não aconteça.

A medida que o tempo vai passando e a negativa da família é constante, coisas vão acontecendo e dando a impressão que por mais absurda que as palavras dos mensageiros do fim pareçam, algo precisa ser feito. Um filme extremamente tenso e eficaz no que se propõe.

Vale muito a pena!

Disponível em: Shock Video Café e GloboPlay.

Espero que gostem das dicas e que essa coisa de fim do mundo fique somente da ficção.

Boa sessão!

André Denadai
André Denadai
André é jauense, xvano, palmeirense e apaixonado por cinema e ele escreve periodicamente para o Jauclick.

Compartilhe o artigo:

Agenda Jauclick

publicidade

Seu site merece estar no topo!

Desenvolvemos sites com tecnologia preparada para integrar com as melhores ferramentas.

PUBLICIDADE - SOCIAL

Fortaleça a mensagem da prevenção!

Conheça as campanhas de prevenção trabalhadas no Hospital Amaral Carvalho e acesse e compartilhe os materiais para ajudar a levar a informação para mais pessoas.

Mais Blogs do Jauclick

giovani05

Blog do Moraes entrevista o ator Giovani Hakime

O ator fala para o blog da sua experiência no teatro, stand up, circo e na atuação em clipes... (leia mais)
Jauenses-famosos

Vocês conhecem esses jauenses?

Blog traz uma matéria sobre jauenses com relevância nacional mas que muita gente não sabe que são daqui. ... (leia mais)
ritaleeimagem

Blog do Moraes - Rita 75, Rita Lee em Jaú e Rita Hits!

Nossa Rainha do Rock nos deixou! Jauclick sobe o post do Blog do Moraes feito em fevereiro deste ano.... (leia mais)